AM 1120 SJP

participe via
whatsapp

4130581120
Rádio Mais > Consultório médico
Estresse e ansiedade podem desencadear dores na articulação temporomandibular e bruxismo 20 de julho de 2022 - 16:22

De acordo com relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), a disfunção temporomandibular (DTM) é a terceira desordem relacionada à boca que pode ser considerada uma doença populacional, ficando atrás apenas da cárie dentária e das doenças periodontais. Diversos estudos mostram que entre 60% e 70% da população possui pelo menos algum sinal ou sintoma de DTM em determinado momento da vida, porém, apenas 5% precisam de tratamento. Os fatores da disfunção da articulação temporomandibular são biológicos, ambientais (tabagismo), emocionais (depressão e ansiedade), sociais e cognitivos. 

Situações de estresse e ansiedade podem contribuir para exacerbar os sintomas tanto da disfunção temporomandibular quanto do bruxismo. É importante deixar claro que quando uma pessoa está passando por  momentos de estresse e episódios de ansiedade extrema é comum a articulação temporomandibular sofrer gatilhos para disfunção temporomandibular como também para o bruxismo. O tratamento envolve múltiplos fatores. 

O ideal é o paciente, depois de passar por uma avaliação, ser encaminhado para o tratamento específico, seja com médico, psicólogo, fisioterapeuta ou dentista. É importante lembrar que adolescentes, na faixa etária dos 12 a 15 anos, em ambiente escolar, frequentemente podem sofrer episódios de bullying, o que pode desencadear a disfunção temporomandibular ou bruxismo

No Manhã da Mais a apresentadora Carol Chab conversou com o Dentista e professor dos cursos de Medicina e Odontologia na Universidade Positivo Dr João Armando Brancher. 

(Foto: Canva)

Tags: Estresse Dentista Dentes Ansiedade Bruxismo

Relacionados

Desenvolvido por: